Um dos maiores desafios que a indústria de calçado enfrenta atualmente é a atração de jovens. A indústria transformadora em geral e a indústria do calçado, em particular, têm de se apresentar como uma alternativa real para os jovens e apostar na digitalização, automatização, educação, inovação, investigação, sustentabilidade.

CONTEXTO

O projeto ShoeGame surge no contexto de uma necessidade de renovação e mudança no setor do calçado. Dentro dos desafios que enfrenta, destacam-se dois principais: primeiro, o facto de a indústria sofrer de uma mão-de-obra envelhecida, que não está a ser substituída devido à falta de atratividade do sector para as novas gerações e, segundo, a discrepância entre a oferta de educação/formação e procura por parte da indústria. O projeto ShoeGame pretende responder a estas necessidades desenvolvendo uma solução de EFP, baseada em ferramentas digitais, destinada a alunos que estão a decidir se devem inscrever-se num curso de Formação Profissional ou já inscritos.

OBJETIVOS

Os principais objetivos do projeto ShoeGame são: atrair as gerações mais jovens para o setor; prevenir o abandono escolar e manter o interesse e a motivação dos alunos; desenvolver uma abordagem de formação inovadora e ferramentas de aprendizagem a aplicar em contextos de EFP; promover sinergias e cooperação entre empresas, universidades, centros de investigação e outros stakeholders relevantes que atuam no setor do calçado, contribuindo para a atratividade e competitividade do setor; contribuir, em maior escala, para a renovação e modernização do setor do calçado, mantendo o seu valor e competitividade.

DESTINATÁRIOS

O projeto tem dois grupos-alvo principais: os jovens que estão na idade de tomar a decisão de ingressar em cursos de EFP, que o projeto pretende informar e motivar para prosseguirem os seus estudos na área; e os jovens que já tomaram essa decisão e estão atualmente no primeiro ano de formação profissional.